segunda-feira, 30 de maio de 2016

PROGRESSO MAU TRAÇADO!


Mote e Glosa:Assis Coimbra.(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Das queimadas foge a onça e a serpente
E o teiú rastejando pelo chão.
Também foge o bonito corujão,
E em cidades, se encontram de repente.
E respiram carbono poluente,
O efeito de um progresso mal traçado.
Eu garanto que o homem é o culpado
Pois deixou-se levar pela ambição.
Faço versos em prol da preservação,
PRA NÃO VER MEU PLANETA EXTERMINADO.


Imagem extraída do Google.

domingo, 29 de maio de 2016

O TURISTA E O JOÃO GRILO!

A MUSA DO SERTÃO, SÓ EM SONHO APARECEU!


Assis Coimbra.(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Fui ao sopé do Parnaso
Pra buscar inspiração,
E das águas de Castália
Abasteci um galão.
Que pra fazer poesia,
Quando eu achar qualquer dia... 
A MUSA DO MEU SERTÃO!
*
Fui também até Olimpo
Estagiei com Orfeu,
Tive Apolo como mestre
Que oráculo bom me "deu".
Pra falar com emoção,
Da musa do meu sertão...
QUE SÓ EM SONHO APARECEU.


Direitos autorais protegidos 
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Imagem: Extraída do Google

sábado, 28 de maio de 2016

O PORQUE DO MEU SOBRE NOME COIMBRA


Assis Coimbra. ( Engatinhante na arte da vida e do cordel )

Foi num "laço" afetivo do passado
Que herdei o sobrenome de Coimbra,
Pois meu avô vem de "perto" de Sesimbra
Que faz parte do seu povo Luso amado.
E Vitório Coimbra foi chamado
O "lusíada" que "encantou" a minha vó,
E assim "misturaram" um corpo só
Pra "fazer" quem chamei de mãe querida.
Foi ai que em Terras Lusas minha vida
TEVE INICIO COM MINHA BISAVÓ.


Imagem: Assis Coimbra

sexta-feira, 27 de maio de 2016

ENCANTOS DO MEU JARDIM!


Assis Coimbra. ( Engatinhante na arte da vida e do cordel )

Ó que lindo Colibri
Ó que belo Rouxinol,
Quero-te no meu casebre
Nas manhãs frias de sol.
Pra contigo adormecer,
E somente alvorecer
NAS BELEZAS DO ARREBOL!
Ó que linda flor do ébano
Ó Rosa do meu jardim,
Vou pedir ao belo Beija flor
Pra deixar teu "caldo" a mim!
Pois vou te amar nas campinas
Junto aos Galos de Campinas
PRA NASCER FLORES CARMIM!

Direitos autorais protegidos 
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Imagem: Extraída do Google.

SEXTILHAS POÉTICAS.


Assis Coimbra.( Engatinhante na arte da vida e do cordel )

Na ritmo do meu cordel
Eu faço a todos saber,
Que o fel da desventura
Também não quero beber.
Por isso entendo o clamor,
De Eros, pra ter o amor,
QUE MANTEM POR PSIQUÊ
*
Na Rosa branca da paz
Eu encontro o meu espaço,
E no colo de quem amo
Alivio o meu cansaço.
E sonho que eu estou vendo,
A esperança nascendo,
NA POESIA QUE EU FAÇO.
*
Nos braços da minha amada
Sou o fruto e o pecado.
Sou o maior dos desejos
Que em mim está encravado.
Sou a libido do amor,
Que me faz gritar sem dor,
DEIXANDO-ME EXTASIADO!
*
Com a presença da noite
Ouço o badalo dos sinos,
Que quando soam seis horas
Nas igrejas tocam hinos.
É Maria de Gounoud,
Louvando nosso senhor,
EM NOME DOS PEREGRINOS.

Direitos autorais protegidos 
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Contatos: Aqui: http://narradoresdecordel.blogspot.com/
Imagem: Extraída do Google.



quinta-feira, 26 de maio de 2016

Mote: E assim toda noite eu sempre ouvia, Uma história que mãe tinha pra contar.


Mote e glosa:Assis Coimbra.(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Numa casa de taipa com sapé
Eu vivi e brinquei no meu sertão,
A casinha era humilde e sem portão
E não tinha se quer o rodapé.
E pertinho um riacho igarapé
Me "chamava" pra nele tibungar.
Mas papai, logo vinha me chamar
Quando ia chegando o fim do dia.
E assim toda noite eu sempre ouvia
UMA HISTÓRIA QUE MÃE TINHA PRA CONTAR.

Contatos: Aqui: http://narradoresdecordel.blogspot.com/
Imagem: https://br.pinterest.com/pin/307722587012085307/

terça-feira, 24 de maio de 2016

Mote: O beijo que te darei, Apascenta corações.


Mote e glosa: Assis Coimbra.(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Menina dos lábios meigos
Deixa eu beber teu sobejo
Com minha boca na tua
Colada num longo beijo?
Se me deixar eu prometo
Te escrever um "poemeto",
Regado com emoções!
E assim te mostrarei
Que o beijo que te darei
APASCENTA CORAÇÕES!

Contatos: Aqui: http://narradoresdecordel.blogspot.com/
Imagem: http://estou-sem.blogspot.com.br/2008/11/fotos-de-lbios.html.



Mote:Pra cantar nos matagais, os mais variados temas.


Mote e glosa: Assis Coimbra.(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Eu quero pra a natureza
Um progresso sustentável,
Pois quase não é notável
Água pura correnteza.
Então peço a gentileza
Preserve os ecossistemas,
E o canto das seriemas
Com seu timbre divinal.
Pra cantar no matagal,
OS MAIS VARIADOS TEMAS.


Imagem extraída do Google.

domingo, 22 de maio de 2016

LUA DONZELA!






































Assis Coimbra.( Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Eu gosto de balançar
Em cadeira preguiçosa,
Olhando a lua no céu
Linda, faceira e formosa!
Brilhando igual um tesouro
Jorrando raios de ouro,
MEIGA BELA E GRACIOSA.
*
A lua no firmamento
Parece até uma donzela,
É tão bonita e mimosa
De beleza tão singela.
Que mesmo ela andando nua
Dentro de casa ou na rua, 
TODOS RESPEITAM ELA.
*
É a lua que cintila 
O reino do mar sem fim,
Inspira contos de fadas
Histórias de Aladim.
Clareia o mar Egeu
Também Marília e Dirceu,
SE BEIJANDO NO JARDIM.

ireitos autorais protegidos
Dpela lei 9.610 de 19/02/1998

Imagem extraída do Google.


sábado, 21 de maio de 2016

Mote:Em ti deixei lindos traços, Todos de rosto moreno.


Mote e glosa: Assis Coimbra.( Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Vi cinco estrelas no céu
Encantar o amanhecer,
Antes de te conhecer
E te ofertar lindo véu!
Depois te dei meu chapéu
E me molhei no sereno.
Mas deslizei no terreno
E fui cair em teus braços!
E em ti deixei lindos traços
TODOS DE "ROSTO MORENO".

Contato para trabalho!
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fone e whatsApp : (11}9.4213. 7976
Imagem: http://meucasamentoperfeito.com.br/tag/casamentoperfeito/.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

LONGE DA OBSESSÃO!


Assis Coimbra.( Engatinhante na arte 

da vida e do cordel)
Irei morar num ranchinho
Bem longe da obsessão,
E também da depressão
Até ficar bem velhinho!
E lá não quero WhatsApp
Se não terei um “infarti”
Ou me transformo em robô.
Pode me chamar "pateta",
Ou de palhaço poeta, 
COMO ERA O MEU AVÔ!

Contato para trabalho!
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fone e WhatsApp : (11}9.4213. 7976
Imagem: Extraída do Google.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

EU QUERIA SER TROVADOR!


Assis Coimbra.( Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Queria ser trovador
Pra tocar numa rabeca.
E cantar para Rebeca
Uma cantata de amor.
E ser galanteador
Em noite de serenata.
Cantando para a Renata
Como faz o seresteiro.
Vivendo bem prazenteiro,
COM BRANCA, NEGRA E MULATA.

Contato para trabalho!
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fone e whatsApp : (11}9.4213. 7976
Imagem: Extraída do Google.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

NA MEMÓRIA CEFÁLICA!


Mote e glosa: Assis Coimbra.(Engatinhante na arte da vida e do cordel )

Na memória cefálica do meu crânio
Guardo tudo que vem ao pensamento.
Mas se quer, eu faço deferimento,
Para não fatigar qualquer neurônio.
Guando o riso espontaneo do camponio
Quando ver a lavoura em crescimento.
E o sorriso da lua em firmamento
Ao olhar Don quixote e sua lança.
E também o escudeiro Sancho Pança
COMBATENDO "DRAGÕES FEITOS VENTO".

Contato para trabalho!
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fone e Whatsapp : (11}9.4213. 7976
Imagem: http://sib.org.br/sib-news/quixote-entre-a-palavra-e-a-imagem/


QUANDO EU MOREI NO SERTÃO!


Boa leitura: Abraços COIMBRANOS.

domingo, 15 de maio de 2016

JÁ NÃO TEM ÁGUA LIMPA NO RIACHO!


Foto de um pé de Angico co pistacho. (Resina fitoterápica)
Comi muito no Maranhão quando menino. 

MOTE E GLOSA:Assis Coimbra.( Engatinhante na arte da vida e do cordel )

Já não tem água limpa no riacho
E também pé de cedro e mulungu,
Acabando a palmeira babaçu
E a beleza do angico com “pistacho”.
Ta sumindo o Bugio e o Sanhaço
Pois seu nicho está todo devastado.
O leão está na jaula encurralado,
Sendo exemplo da vil escravidão.
Faço versos em prol da preservação
PRA NÃO VER MEU PLANETA EXTERMINADO.

Direitos autorais protegidos, pela lei 9.610 de 19/02/1998

Contato para trabalho!
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fone e whatsApp : (11}9.4213. 7976
Imagem: Extraída do Google.

CORDEL DA IGREJA DO PILAR.


Assis Coimbra. ( Engatinhante na arte da vida e do cordel )

Divina mãe de Jesus
Oriente este poeta,
Pra narrar versos rimados
E com oração correta,
Como faz o trovador
Quando canta em qualquer festa.
*
Pois o cordel bem rimado
Nos agrada a qualquer hora,
Igual o que eu sempre narro
Todo dia e a qualquer hora,
Com alegria e devoção
Que fiz pra Nossa Senhora.
*
A narrativa singela
É bem "facin" de lembrar,
Tem "inté" nome de santa
Qualquer um pode narrar.
Pois ele conta a história
Da senhora do Pilar.
*
A história da santinha
É de tamanha façanha,
Pois foi achada em Saragoça
Lá pras bandas da Espanha,
Mas quando eu afirmo isto
Tem muita gente que estranha
*
Eu vou contar pra vocês
De onde veio a santinha,
Mas peço que me escutem
Não igual minha vizinha!
Pois quando eu contei pra ela
Disse ser mentira minha!
*
Nas margens do rio Ebro
Onde um cristão foi rezar,
No mesmo instante ele viu
Algo num pano boiar,
Foi olhar era uma santa 
Bem pertinho de um pilar(...)

Direitos autorais protegidos, pela lei 9.610 de 19/02/1998

Contato para trabalho!
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fone e whatsApp : (11}9.4213. 7976
Imagem: Igreja do Pilar de Ribeirão Pires.

TRANSPOSIÇÃO URGENTE!


Cordel em linguagem matuta. 

Mote e glosa: Assis Coimbra. ( Engatinhante na arte da vida e do cordel )

Eitha povo sofredô
Qui vivi cas mãos inchada,
Pelos cabo das inxada
Seu arado semeadô.
E mermo sentido Dô
Ele suporta eaguenta.
Mais desdi o tri de setenta
Qui o Brasil comemorô,
O sertão sempri xorô,
SÊCA BRABA E VIOLENTA!
*
Sô cabôco do sertão
Do nordesti brasilêro
Já sufri nuitho janêro
Por fartá àgua nu Chão.
Tumei "água" di cacimbão
Muitho grossa i lamacenta. 
Mais quando u Brasil foi penta
A nação toda vibrô.
Mas sempre u sertão xorô
SÊCA BRABA E VIOLENTA!
Direitos autorais protegidos, pela lei 9.610 de 19/02/1998

Contato para trabalho!
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fone e whatsApp : (11}9.4213. 7976
Imagem: Imagem extraída no Google.

DIGO-TE LINDA MULHER!


Assis Coimbra. ( Engatinhante na arte da vida e do cordel )

Digo-te, linda mulher
És rosa que eu cheiro tanto!
O meu canteiro de flores,
Ternura que eu acalanto.
Vivo sentindo o teu cheiro,
Manacá do meu terreiro,
MEU BELO LÍRIO DO CAMPO!
*
És também meu Colibri
E o meu belo Rouxinol,
As réstias do meu casebre
Nas manhãs frias de sol.
É o meu lindo amanhecer,
Trazendo pra eu conhecer,
AS BELEZAS DO ARREBOL.

Direitos autorais protegidos 
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Contatos para trabalhos.
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fone fone e WhatsApp : (11)9.4213. 7976
Imagem: Extraída do Google.

sábado, 14 de maio de 2016

Ó ÁRVORE PEQUENININHA!

























Todo dia é dia de meio ambiente!

Assis Coimbra. (Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Ó árvore pequenininha
Um dia tu serás forte.
E grande serás também,
Se tiver Divina sorte.
Pra escapar da motosserra
E de tudo que "soterra"
Os nossos ecossistemas!
Aonde renascem flores,
E o néctar dos beija-flores,
E O CANTAR DAS SIRIEMAS!

Contatos para trabalhos.
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fones: (11)9.9748-1292/ whatsApp : (11)9.4213. 7976

ALEGRANDO A NATUREZA!


Assis Coimbra. ( Engatinhante na arte da vida e do cordel )

O cheiro de "chão" molhado
Assim a chuva deixou,
E toda relva "florou"
Ficando o campo "enfeitado".
E o canário no prado
Entoando uma"cantata",
Ao ver jorrando em cascata
Muita água em correnteza,
Alegrando a natureza
E A VERDE "FACE" DA MATA.

Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com
Fone e WhatsApp : (11) 9.4213.7976

PRENDA DIVINA!


Mãe cuidando do filho doente.

Assis Coimbra.(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Meu presente está doente
Mas sempre morou mais eu.
Pois não foi comprado em loja,
Foi o bom Deus quem me deu!
Já tenho mais de cem anos,
Mais ele vive em meus planos
Pois nunca serei sovina!
Assim, eu darei amor
Enquanto preciso for...
PRA MINHA PRENDA DIVINA!

Contato para trabalho!
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fone e whatsApp : (11) 9.4213.9796

O SERTÃO QUE EU FUI CRIADO! Não consigo esquecer.


Assis Coimbra. (Engatinhante na arte da vida e do Cordel)

Me diga como é que dar
Para esquecer do sertão,
Do lindo canto do galo
E das festas de São João?
Da espiga de milho verde
Que eu comia em minha rede
Mas depois de bem assado!
Então me ensine pra eu saber
Mas não que eu queira esquecer
DO SERTÃO QUE EU FUI CRIADO!?
*
E dos pés de melancia
Com suas vingas nascendo,
E a plantação de feijão
Quando estava florescendo?
E do canto do ferreiro
Que se ouvia no terreiro
Lindo canto alvoroçado?
Então nem quero esquecer
Como faço pra esquecer
DO SERTÃO QUE EU FUI CRIADO!!

Direitos autorais protegidos, pela lei 9.610 de 19/02/1998
Contato para trabalho!
Emails: assis.coimbra@gmail.com / assis_coimbra@yahoo.com Fone e whatsApp : (11}9.4213. 7976
Imagem: Imagem extraída no Google.