quinta-feira, 25 de agosto de 2016

TODO DIA É DIA DE MEIO AMBIENTE.


Não sou ambientalista, e sim preocupado com a preservação da vida!

Assis Coimbra.(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Logo que o chão é molhado
Depois d’uma chuvarada,
O sertanejo se alegra
Com o canto da passarada.
Canta jaó, Juriti...
E o alegre bem-te-vi,
QUANDO CHEGA A ALVORADA.
*
Não se precisa de prova 
A água é mesmo riqueza,
Serve o campônio pobre
E também a realeza.
Com ela renascem as flores
Cobertas de beija-flores
ENFEITANDO A NATUREZA.

Imagem:Google.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

A CURA DA MINHA INSANIDADE!


Mote e glosa: Assis Coimbra​. (Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Tua linda beleza me parece
O momento em que a lua vem surgindo.
E com pingo de orvalho que caindo,
A semente que é plantada umedece.
Lembra o galho da rosa que floresce
Quando o dia “Traz de volta” a claridade.
Lembra ardor e frescor da mocidade,
E a libido exalando fantasia.
Lembra ainda a mais linda poesia
"QUE É A CURA, PRA MINHA INSANIDADE"!

Imagem: Google.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

CUIDADO COM OS PÉSSIMOS POLÍTICOS!


Enquanto um cidadão, ler meus escritos me darei por satisfeito!

Gravei um vídeo DENUNCIA, e só não fiquei falando sozinho, porque ainda tenho amigos virtuais, que ainda me dão atenção! Mas agora eu sei quantos amigos(as) tenho de verdade! (tenho certeza, que todos(as) viram o vídeo)....Sabem quantos!? NENHUM! E destes Nenhum(uma), tem aqueles que ainda tem o descaramento, de afirmar-se  "artistas!" Ó vileza do ser humano!

Continuo em minha refrega, rumo a um despertar cidadão!

Mote e glosa: Assis Coimbra​. ( Engatinhante na arte da vida e do cordel )

Eleitor tome cuidado
Pois é tempo de eleição,
E vejam que o político
Agora é só atenção.
Mais depois que se eleger.
Não vai mais lhe conhecer
Por ter se tornado "nobre!"
Pois pra ter ostentação,
Sua alma vendeu ao Cão
PRA FUGIR DE QUEM É POBRE!

Imagem:Eu mesmo!

WORKSHOP!... OXENTE! QUE DIACHO É ISSO!? Vamos preservar nossa cultura!


Assis Coimbra.( Engatinhante na arte da vida e do cordel )

Uns chamam de workshop,
Querendo falar inglês!!
Vixe! Pra mim é "oficina!"
Que me desculpem vocês.
É que eu fico agoniado
Quando ouço do meu lado,
A PESTE DO PORTINGLÊS!!

Imagem:Eu mesmo!

domingo, 14 de agosto de 2016

JARDIM FRATERNIDADE!


Mote e Glosa: Assis Coimbra​ (Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Quero ver todo dia amanhecer
E avistar todos campos coloridos,
E os pássaros cantando esbaforidos
Celebrando o mais lindo alvorecer!
Quero ver a maldade adoecer,
E findar-se, acabando a crueldade!
Quero paz para toda humanidade,
Pois refrega só causa dissabores.
E ao invés de fuzis, eu quero flores...
PRA PLANTAR  NO JARDIM FRATERNIDADE!

Imagem: Google.

QUERIDA, QUERIDA MINHA!


Mote e Glosa: Assis Coimbra​(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Querida, querida minha
Não durma, fique acordada,
Que hoje de madrugada
Tu terás surpresa minha.
Silencie a campainha
E me espera lá no mar.
Pois vou mandar te buscar
Num barquinho de papel,
Pra que as estrelas do céu 
VEJAM A GENTE SE AMAR!

Direitos reservados e registrados.
Fone e Whatsapp (11) 9.4213-7976
Imagem extraída do Google.

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

PANTALEÃO, O CONTADOR DE CAUSO. É mentira Terta!?


Dedicado a um dos melhores quadros da TV brasileira!

Assis Coimbra​. (Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Seu moço sou assim mesmo
Bem alegre e brincalhão,
E gosto de contar causos
De jeito bem fanfarrão.
Mas olhe, tome cuidado,
Que eu já bati um bocado
NOS CABRAS DE LAMPIÃO.
*
Coei água com peneira
E enxuguei gelo com brasa,
Fiz metrô dentro de casa
Somente pra ir à feira.
E de um pé de bananeira
Eu carreguei uma carreta.
E em voo fiz pirueta
Nas asas de um avião.
Mas foi só “pousar no chão”,
TRANQUEI-LHE NUMA MALETA.

Direitos autorais protegidos 
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Curtam nossa pagina! https://www.facebook.com/Grupo-narradores-de-cordel-176121959168324/
Contatos: Aqui: http://narradoresdecordel.blogspot.com/
Imagem: Extraída do Google.

domingo, 7 de agosto de 2016

NÃO GOSTO DE ESTRANGEIRISMO, PREFIRO O NOSSO SACI.


Mote e glosa:Assis Coimbra​.(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Não gosto de "estrangeirismo"
Imperando em meu Brasil,
Pois sou todo varonil
Mas sem ter egocentrismo!
Mas confesso sou "bairrismo"
Pela cultura daqui.
Pois sou eu que moro aqui
E não a cobra píton!
Então leve o Pokemón...
E DEIXE O NOSSO SACI!!

Imagem: Extraída do Google.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Mote: Por isso não diga em vão, Que por mim não tem amor!


Mote e glosa:Assis Coimbra.(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Vi dois Galos na campina 
Um Nambu e um Bem ti Vi,
Cantando quando eu te vi
Com teu jeito de menina.
Vi um pássaro de Rapina
E um poderoso Condor,
Fazendo com o Beija-flor
Uma singela canção.
Por isso não diga em vão,
QUE POR MIM NÃO TEM AMOR!

Direitos autorais protegidos 
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Imagem: Extraída do Google.

LOUCURAS DE MEDÉIA POR JASÃO!


Não se justifica, mas o passional vem desde a mitologia grega.

Mote e glosa:Assis Coimbra.( Engatinhante na arte da vida e do cordel)

O amor de Medeia por Jasão
Fez tragédia invadir seus pensamentos,
Fez a mesma matar os seus rebentos
Quando o amado a deixou por sedução.
Fez rei Pélias morrer por ambição
Por querer ter de volta a juventude.
É que o mesmo tomara a atitude
Em usar o "velão" pra renascer.
E Medéia deixou-se enfurecer,
E FEITIÇO USOU PRA DESFIRTUDE!

Direitos autorais protegidos 
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Imagem: Jasão e Medéia. Extraída do Google.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

RACISTAS, REFLITAM!


ESTE É O BRASIL DE TODAS AS CRENÇAS, RAÇAS E ETNIAS! NEGRO, BRANCO E ÍNDIO.
Então: Todo dia é de índio, branco e negro! Que é a formação de todo processo cultural Brasileiro!

Mote e glosa:Assis Coimbra.( Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Meu Brasil das riquezas naturais
É o maior entre todos os países, 
Tem as cores de todas as matizes
E de muitas facetas culturais.
Tem artistas de feitos geniais
Que expressam seu jeito "prazenteiro",
Pois até com a seca no "celeiro"
Acha um jeito pra ser revigorado.
Então deixo em meu verso declarado,
QUE NASCI PRA SER "POVO" BRASILEIRO.
*
Meu Brasil das biodiversidades
E das suas "sinfonias" de pardais,
Que "orquestram" os mais lindos madrigais
Até mesmo nas "selvas" das cidades.
Pátria nossa de todas qualidades.
Codinome "pulmão" do mundo inteiro.
Mais não venham mexer no seu "celeiro",
Se não forem por nós autorizados!
Pois aqui, somos todos irmanados,
EM DEFESA DO SOLO BRASILEIRO!

Direitos autorais protegidos 
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Imagem: Extraída do Google.

domingo, 31 de julho de 2016

VAMOS TOMAR UM PORRE DE VINHO COM POESIA!?


Assis Coimbra​. (Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Um porre de poesias
Eu já tomei com Camões,
 “Me embriaguei” com Drummond,
Poeta das multidões.
Também bebi com Orfeu,
E o drinque que ele me deu,
De versos tinha milhões.
*
Fernando Pessoa só,
Vivia cambaleando.
Pois doses de poesia,
Deixavam-lhe “variando”.
Mas mesmo com tal loucura,
Ele inspirou com ternura,
Aquele que faz mestrando.
*
Baco transformou uvas
Em vinhos com poesias,
E o povo comemorou
Bebendo todos os dias.
Assim fizeram cortejos,
Com farra, sexos e beijos,
Nas mais profanas orgias.

Direitos autorais protegidos 
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Imagem: Extraída do Google.

A PAIXÃO DE UM VAQUEIRO!.


Aqui, apenas um pequeno trecho.

Assis Coimbra. (Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Estar no meu coração
Um grande amor encravado,
O seu nome é Açucena
De corpo belo e rosado.
E a pele é linda e cheirosa
IGUAL AS FLORES DO PRADO!!
*
De coração machucado 
Eu passo o dia aboiando, 
E sempre lembrando dela
Nos versos que ando cantando.
E quando cheiro uma flor
É ELA QUE ESTOU CHEIRANDO!
*
E continuo aboiando 
Na serra e no tabuleiro, 
E no meus versos dizendo: 
-És meu amor verdadeiro!
E a poesia que brota do peito,
DO PEITO DESTE VAQUEIRO(...)

Direitos autorais protegidos 
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Imagem: Extraída do Google.

sábado, 30 de julho de 2016

ENCONTRO LITERÁRIO.


Assis Coimbra:(Engatinhante na arte da vida e do cordel)

Já fiz muitas poesias
Em dueto com Apolo,
Já toquei lira pra Vénus Vênus
Que até dormiu em meu colo.
Já namorei Afrodite
E ela me disse: Acredite,
COM VOCÊ EU ME CONSOLO!
*
Eu já cantei com Orfeu
Em encontros literário
E o mesmo exclamou pra mim:
Somos extraordinários!
E nem Eurídice se calou,
Que ao me ver cantar Falou:
TEUS VERSOS SÃO RELICÁRIOS!!

Direitos autorais registrados e protegidos
pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.

Imagem: Extraída do Google.

Mote: Pois com ela até eu canto também, Nos dez pés do martelo agalopado


Mote e glosa: Assis Coimbra​. (Engatinhante na arte da vida e do cordel)

A viola que eu toco tem o som
Fraternal igualmente um Patativa,
Pois até o calouro ela incentiva
Cantar bem sem jamais perder o Tom.
E até mesmo aquele que não tem dom
Para cantar ela "faz" capacitado.
Pra "toar" um cordel bem afinado
Nos acordes bonito que ela tem.
Pois com ela até eu canto também
NOS DEZ PÉS DO MARTELO AGALOPADO!!

Imagem: Extraída do Coogle.