quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

NOTÍCIAS QUE EU QUERO LER.


Quando eu abrir os jornais
Eu quero que esteja escrito,
Que ninguém mais passa fome
No planeta em que habito.
Também quero em todos ler,
Que no “globo” não vai ter,
Mais espaço pra conflito.

Quero ler boas notícias
Que já cansei de esperar,
“Que o mar vai virar sertão”
“E o sertão vai virar mar”.
Que o amigo CONSELHEIRO,
Homem bom, "santo" e guerreiro,
Vai voltar pra festejar.

Não vejo à hora de ler
Que acabou a ditadura,
Que todos têm liberdade
Pra sair da desventura.
Que o ser de qualquer crença,
Cultive sem desavença,
Seus conceitos de cultura.

Faz tempo que espero ler
Em MANCHETE nos jornais,
Noticias animadoras
Com letras bem garrafais.
Que o terrorismo acabou,
E o arrogante se calou,
E com ninguém grita mais.

Eu vou ter prazer de ler
Que a inveja adoeceu,
Foi parar na U.T.I
Não teve jeito e morreu.
E o traidor no seu enterro,
De triste foi ao desterro,
E nunca mais apareceu.

Que tem cura para o câncer
É outra que eu quero ler,
E descobriram remédio
Que é pra gente não morrer.
Que filhos respeitam pais,
E Hitler não volte mais,
Pros semitas não sofrer (...)

Assis Coimbra. Todos direitos reservados.

4 comentários:

  1. Obrigado pela visita. Abraços "CORDELADOS".

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo,porém impossível, neste mundo em que vivemos hoje!!!

    Eu também queria muita amor e paz...

    Parabéns poeta!!!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Também sou poeta, escritor e jornalista! Tenho um blog www.natrilhadocastelo.blogspot.com. Escrevo minhas poesias em momentos de folga,m em vários gêneros. Ultimamente não escrevo poesias, edito matérias de assuntos diversos, adoro o cordel e este que acabei de ler, vou lhe ser sincero, não teria coragem de editar, e se tivesse meu coração ficaria partido pelo resto de meus dias! Ao vê cenas assim/prezado poeta eu vos digo/ fico com raiva de mim/ e com meu espírito eu brigo! Tiburtino Gomes de Sá
    (Castelo Sá)

    ResponderExcluir